São Paulo inaugura o 64º Poupatempo

Posto em Taboão da Serra tem capacidade para 2,3 mil atendimentos diários, além de unidade do Detran.SP

Integrante da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP), o município de Taboão da Serra recebeu, na semana passada, o 64º posto Poupatempo do Estado de São Paulo, com uma unidade do Detran.SP anexa. Com capacidade para até 2,3 mil atendimentos diários, o posto recebeu investimentos de R$ 5,5 milhões.

O posto Poupatempo ocupa área de 1,3 mil metros quadrados e tem um espaço externo exclusivo destinado às vistorias de veículos que serão feitas pelo Detran.SP. Foi projetado para atender munícipes e moradores das cidades vizinhas de Embu das Artes, Embu-Guaçu, Itapecerica da Serra, São Lourenço da Serra, Juquitiba e da capital – os bairros Butantã e Campo Limpo.

Para agilizar o atendimento, o posto possui uma agência bancária para recolhimento de taxas dos serviços pagos. Fica na Estrada Kizaemon Takeuti, 2.425, no Parque São Joaquim. A unidade já está em operação e oferece os serviços comuns a todos os outros postos, de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas e, aos sábados, das 8 às 13 horas.

Na unidade do Detran.SP serão prestados serviços relacionados à CNH e a veículos. O posto, por sua vez, vai oferecer atestado de antecedentes criminais, pelo Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt (IIRGD); consulta de multas e boletim de ocorrência, pelo e-poupatempo; acesso gratuito à internet, pelo Acessa São Paulo; solicitação de segunda via de contas e ligação de água e esgoto, pela Sabesp; emissão de via para pagamento do IPVA, solicitação para restituição de multa de trânsito e desbloqueio de senha da Nota Fiscal Paulista (NFP), pela Secretaria Estadual da Fazenda.

Aprovado

Desde a criação do primeiro posto do Poupatempo, em 1997, o serviço público ao cidadão soma mais de 425 milhões de atendimentos. O programa é executado pela Diretoria de Serviços ao Cidadão da Prodesp e possui 64 unidades, distribuídas pela RMSP, interior e litoral.

O Poupatempo encerrou o ano de 2014 com 99% de aprovação dos usuários. O índice foi apurado em pesquisa de satisfação realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe/USP). Desde 2010, essa é a quarta vez consecutiva que o programa obtém o porcentual favorável. O levantamento foi realizado entre os dias 8 e 13 de dezembro de 2014, com 4.610 usuários atendidos em 53 postos.

Além dos postos fixos do Poupatempo, em breve o usuário terá também opção de atendimento em seis carretas. As unidades do Poupatempo Móvel irão atender o público dos municípios de menor população, mantendo, porém, a infraestrutura e o nível dos serviços oferecidos nos demais postos.

Serviço

Poupatempo
Unidade Taboão da Serra
Mais informações em Disque Poupatempo: 0800 772 36 33 (ligação gratuita)

Rogério Mascia Silveira
Imprensa Oficial – Conteúdo Editorial

Reportagem publicada originalmente na página III do Poder Executivo I e II do Diário Oficial do Estado de SP do dia 29/01/2015. (PDF)

São Paulo recebe o 33º Poupatempo

O Poupatempo de Americana começou a funcionar nesta segunda-feira (24). O 33º posto no Estado é o primeiro do Plano de Expansão do Programa e foi instalado na Rua Carioba, 331, no bairro Jardim Santana. O horário de funcionamento da unidade é de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas e, aos sábados, das 8 às 12 horas.

Com capacidade para até mil atendimentos diários, o novo posto irá contemplar um público estimado em 800 mil cidadãos. A previsão considera os 200 mil habitantes de Americana e mais os moradores dos vizinhos Artur Nogueira, Cosmópolis, Nova Odessa, Sumaré e Santa Bárbara d’Oeste – todos integrantes da Região Administrativa Metropolitana de Campinas (RMC).

Os serviços disponíveis são os oferecidos nas unidades do Poupatempo: posto do Banco do Brasil, para recolher as taxas geradas no posto; emissão de RG e de atestado de antecedentes criminais feitos pelo Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt (IIRGD); emissão de carteira de trabalho (pela Secretaria Estadual do Emprego e Relações do Trabalho – Sert); e os atendimentos do Detran.SP, relativos à carteira nacional de habilitação e ao CRLV, alteração e venda de veículos, entre outras opções.

No balcão do Detran.SP, quem solicitar a primeira carteira de motorista não usará mais papel e caneta para fazer o exame teórico, que agora passou a ser no formato eletrônico. Também está disponível o agendamento eletrônico para o posto de Americana no site do e-poupatempo, assim como os serviços virtuais – Nota Fiscal Paulista, B.O. Eletrônico e consultas à Secretaria Estadual da Fazenda.

Mais unidades

O investimento na nova agência é de pouco mais de R$ 2 milhões e ela custou 25% do valor previsto inicialmente. O gasto inclui infraestrutura lógica, comunicação visual, equipamentos de informática (hardware e software), telecomunicações, treinamento e acompanhamento de pessoal, entre outras despesas.

Além de Americana, a RMC tem previstos postos nas cidades de Araras, Mogi Guaçu, São João da Boa Vista, Indaiatuba e Bragança Paulista. Campinas foi a primeira cidade do interior a dispor do serviço, em agosto de 1998, e atualmente possui dois postos; Jundiaí, Rio Claro e Piracicaba já têm uma unidade cada.

Até o final do ano, a Secretaria de Gestão Pública espera entregar mais 36 poupatempos (34 deles já foram anunciados). O Plano de Expansão contempla 12 Regiões Administrativas paulistas e mais de 350 municípios. A expectativa é atender mais de 15 milhões de usuários e gerar, aproximadamente, 1,5 mil empregos.

Serviço

e-Poupatempo
Poupatempo Americana
Disque Poupatempo: 0800 772 36 33 (ligação gratuita)

Rogério Mascia Silveira
Imprensa Oficial – Conteúdo Editorial

Reportagem publicada originalmente na página IV do Poder Executivo I e II do Diário Oficial do Estado de SP do dia 26/02/2014. (PDF)

TV Cultura e Programa Acessa Escola são destaques da Campus Party 2009

Público tem até domingo para conhecer na capital as mais recentes novidades em tecnologia da informação e entretenimento digital

O governo do Estado de São Paulo está participando da Campus Party com os estandes da TV Cultura e do Programa Acessa Escola. O local escolhido para abrigar a feira internacional de informática em 2009 foi o Centro de Convenções Imigrantes, na zona sul da capital. O público tem até domingo (25) para conhecer as mais recentes novidades em tecnologia da informação e entretenimento digital.

Realizada no Brasil pela segunda vez, a Campus Party é uma feira anual, criada na Espanha em 1997. Após 12 edições, o evento transformou-se no principal ponto de encontro das comunidades on-line do mundo. Desde o ano passado, tem o apoio institucional do governo paulista.

O estande da TV Cultura é um dos maiores do evento, com 500 metros quadrados. Conta com 50 funcionários, sete equipes de jornalismo, quatro ilhas de edição e uma estação de rádio. No centro da instalação, a emissora montou cabine para transmitir ao vivo pela Internet, rádio e TV os principais destaques e curiosidades da Campus Party.

Uma das atrações é a IPTV Cultura, espécie de YouTube com vídeos produzidos pela emissora durante o evento. Traz reportagens, entrevistas com visitantes e debates. Quem acessa a página na web pode votar nos vídeos preferidos, deixar comentários e também blogar (publicar textos e fotos). O endereço eletrônico é www.iptvcultura.com.br e todos os serviços oferecidos são gratuitos.

Conteúdo colaborativo

Ricardo Mucci, coordenador do Núcleo de Novas Mídias da Fundação Padre Anchieta, explica que o trabalho no estande segue o modelo da produção colaborativa (wiki) de conteúdo. E os parceiros da TV Cultura no estande são o Sesc SP, a USP e a Universidade Metodista, que ajudam a produzir e a difundir as informações.

A concepção do estande segue o conceito de convergência de mídias (TV, rádio e internet) no jornalismo. É um novo modo de cobrir eventos, já adotado nas Olimpíadas de Pequim e na posse do novo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, por grandes emissoras internacionais, como a norte-americana CNN e a britânica BBC.

“Oferecemos 12 horas de notícias da Campus Party diariamente. É um trabalho complexo, realizado fora dos estúdios da emissora, que envolve jornalistas, cinegrafistas, designers, programadores e demais produtores. A equipe grava, edita e prepara o conteúdo para as três plataformas”, explica Ricardo.

Poupatempo Digital

O estande da emissora também apresenta dois projetos voltados para a TV Digital e desenvolvidos em parceria com o Laboratório de Sistemas Integráveis (LSI) da Escola Politécnica da USP. Um dos destaques é o Poupatempo Digital, parceria dos pesquisadores com a administração estadual para a área de governo eletrônico.

Segundo o professor Marcelo Zuffo, coordenador de Meios Eletrônicos Interativos do LSI, a meta do Poupatempo Digital é permitir ao telespectador usar o televisor para solicitar documentos e atestados. O eletrodoméstico está presente em mais de 90% dos lares brasileiros, e com o controle remoto o usuário navega e faz escolhas em menus apresentados na tela.

“Queremos aproximar os serviços públicos do cidadão, sem que ele precise sair de casa”, informa Marcelo. “O LSI também está em contato com a Imprensa Oficial, autoridade certificadora oficial do Estado de São Paulo. O objetivo é atestar a autenticidade dos documentos expedidos a partir do televisor”, esclarece Zuffo.

Outro projeto é o HD3D, iniciativa pioneira que oferecerá visualização de conteúdo tridimensional em alta definição pela TV aberta brasileira. No telespectador o efeito 3D é obtido utilizando-se óculos especiais já em desenvolvimento no LSI. A transmissão é semelhante à empregada pelos canais digitais. “Os dois projetos estão em desenvolvimento e a expectativa é termos novidades até o final do ano”, prevê Zuffo.

Acessa Escola

A rede pública estadual está representada com dois ambientes na Campus Party 2009. O primeiro é uma lan house com acesso gratuito para o público. O espaço reproduz as instalações das salas oferecidas no Programa Acessa Escola, projeto criado em setembro de 2008 pela Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE).

O segundo ambiente é um centro de capacitação e reciclagem de conhecimento exclusivo para os 2,1 mil alunos monitores do programa. Esta iniciativa atende 500 escolas na capital e a previsão da FDE é estendê-la até o final de 2010 para as outras unidades de ensino em território paulista.

Em cada unidade de ensino, o serviço é gerenciado por um grupo de seis alunos estagiários (monitores) do ensino médio, selecionados por concurso da Fundap. A jornada de trabalho é de quatro horas diárias durante o período letivo e o grupo se reveza na atividade. Todos trabalham em horário diferente ao da matrícula pelo período de um ano, podendo ser prorrogado por mais um.

Na média, cada sala dispõe de 15 a 20 computadores novos, adquiridos no final do ano passado. Ligadas em rede, oferecem banda larga e aplicativos de escritório. Diferente do Programa Acessa São Paulo, o Acessa Escola é para uso exclusivo dos alunos e professores do estabelecimento de ensino.

Cada acesso dá direito a usar o equipamento por 30 minutos, sempre fora do horário de aula. A sessão pode ser estendida sem limites, desde que ninguém esteja esperando para usar o computador. O tempo de uso é gerenciado pelo Blue Control, aplicativo desenvolvido sob medida para o Acessa Escola.

Elaine Lima, uma das responsáveis pelo programa, explica que a FDE levará a cada dia 600 alunos estagiários para a Campus Party. “O Acessa Escola favorece a inclusão digital e incentiva o protagonismo do aluno para ficar mais tempo na escola”, conclui.


Campus Party – oportunidades

A estudante Juliana Silva discorda do chavão de que tecnologia é território masculino por excelência. Pela manhã, estuda na Escola Estadual Heróis da FEB. Das 16 às 20 horas é monitora do Programa Acessa Escola na EE Maria Montessori, ambas localizadas na Vila Maria, zona norte da capital.

A garota aprovou a ida à feira da Campus Party. Para ela, foi uma oportunidade única de ampliar seus conhecimentos e trocar experiências com outros monitores. “Mesmo tendo feito cursos de informática, está difícil conseguir uma vaga por não ter experiência. Agora, minhas classificações aumentaram e, de quebra, as chances no mercado de trabalho”, acredita Juliana.

Rogério Mascia Silveira
Da Agência Imprensa Oficial

Reportagem publicada originalmente na página IV do Poder Executivo I e II do Diário Oficial do Estado de SP do dia 23/01/2009. (PDF)