Olhar Social reforma e doa armações de óculos

Projeto desenvolvido em escola técnica de Taubaté beneficia pessoas carentes; iniciativa voluntária foi premiada na Fetesp 2014

Pôr em prática os ensinamentos do curso técnico de administração para criar uma ação social solidária, perene e sustentável. Esse foi o desafio lançado em agosto de 2013 pela professora Vilma De Nardi, da Escola Técnica Estadual (Etec) Doutor Geraldo José Rodrigues Alckmin, de Taubaté, para a turma de formandos do semestre seguinte.

“Quando compro óculos novos, os antigos são guardados em uma gaveta. Ao acumular dez armações, certo dia, imaginei um modo de reaproveitá-las”, lembra a docente, responsável pela disciplina de Gestão de Pessoas e também coordenadora do curso de Administração. “A armação pode custar até 70% do valor total dos óculos, sem contar que muitas são descartadas”, observa Vilma.

Suas ex-alunas Amanda Santos, Cristina Maurício, Janaína Xavier, Vanessa Saldanha e Yara de Almeida transformaram a ideia em ação voluntária e permanente na região de Taubaté. A primeira campanha de arrecadação de armações foi realizada em abril de 2014, na própria Etec, no evento chamado de Dia de Ação Social. Na oportunidade, foram recebidas 132 unidades – e o primeiro contemplado foi um aluno da própria escola.

Variedade

Originado como Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e batizado de Olhar Social, o projeto conquistou o primeiro lugar na edição 2014 da Feira Tecnológica do Centro Paula Souza (Feteps), na categoria Ciências Humanas, Sociais e Artes. A iniciativa já distribuiu 134 armações de óculos e tem mais 262 para serem doadas, mantendo a premissa inicial de receber, providenciar conserto (quando possível) e catalogar o material que será repassado gratuitamente para cidadãos carentes.

Para pedir uma armação, basta apresentar receita de óculos prescrita por oftalmologista. O passo seguinte é o interessado escolher aquela mais compatível com o formato do seu rosto. Os modelos são divididos em seis tipos: aviador, aro quadrado, redondo, retangular, ovalado e com a parte inferior ovalada.

Reciclagem

“Doar é ainda mais fácil”, informa Janaína Xavier. Mesmo sem estar em perfeito estado, basta entregar a armação, as lentes ou os óculos em um dos quatro locais disponíveis. Três deles ficam em Taubaté: na Etec; no posto de Atendimento Múltiplo na Educação e no Trabalho (Ametra II, instituição da prefeitura de apoio a jovens); e na sede da ONG Projeto Esperança. Há ainda uma quarta caixa de coleta, instalada na cidade vizinha de São Luiz do Paraitinga, em uma papelaria (ver abaixo).

“Um par de lentes recomendadas pelo médico para uma pessoa não pode ser usado por outra”, explica Janaína. Ela esclarece que, caso esteja danificado, o material doado é vendido para reciclagem. Lente doada em bom estado de conservação torna-se matéria-prima principal de chaveiros personalizados com o logotipo do Olhar Social. Também criadas pelas ex-estudantes da Etec, as peças são decoradas com adesivos de estampas variadas.

Consulta

Até o fim do ano, o site do Olhar Social (ver serviço), ideia da ex-aluna Cristina Maurício, irá permitir ao interessado visualizar on-line as armações disponíveis para doação. Ela, que estudou Informática na Etec Taubaté, estruturou e mantém o sistema de controle do estoque do projeto.

Atualmente, Cristina divide seu tempo entre a oficina de motocicletas que tem em sociedade com o marido e o projeto social. Ela aproveita o maquinário para produzir os chaveiros. Com a amiga Janaína, gerencia o único local de distribuição das armações do Olhar Social.

Instalado em sala cedida pela ONG Projeto Esperança, o posto de atendimento abriga o mostruário de peças para doação e também recebe e repassa o material, além de vender os chaveiros (cada um sai por R$ 3). A entidade social de Taubaté foi criada em 1995 e atende 240 crianças e jovens com idade entre 6 e 18 anos. Ali, são oferecidas aulas de futebol, iniciação musical, informática e habilitação profissional, entre outras atividades.

Parcerias

Além do Projeto Esperança e do apoio comercial, como o da papelaria e da oficina de motocicletas, o Olhar Social tem parceria com duas óticas da cidade, que dão desconto de 15% no valor cobrado pelas lentes e oferecem assistência técnica gratuita aos compradores sem recursos financeiros.

Os serviços prestados incluem pequenos reparos, como ajuste de hastes e plaquetas e higienização das armações antes da instalação das lentes. Outro parceiro é uma empresa de comunicação visual que produz impressos, cartazes e banners para o projeto.


Parceiros

Pedidos e doações de armações

  • Projeto Esperança. Rua Brasilina Moreira dos Santos, 1.385 – Jardim Sandra Maria. Taubaté

Apenas doação de armações

Em Taubaté:

  • Etec Dr. Geraldo José Rodrigues Alckmin. Avenida Tomé Portes Del Rei, 507 – Jardim Ana Rosa
  • Ametra II. Avenida Santa Luiza de Marillac, 1.375 – Vila São José

Em São Luiz do Paraitinga:

  • Tem de Tudo Papelaria. Rua do Carvalho, 4 – Centro. Tel (12) 3671-2221.

Serviço

Olhar Social
Facebook
Telefone (12) 3608-4632
E-mail – contato@olharsocial.com

Rogério Mascia Silveira
Imprensa Oficial – Conteúdo Editorial

Reportagem publicada originalmente na página IV do Poder Executivo I e II do Diário Oficial do Estado de SP do dia 16/07/2015. (PDF)

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.