Mais três Poupatempos na região de Campinas

Postos de Araras, Mogi-Guaçu e São João da Boa Vista estão funcionando; público tem à disposição serviços oferecidos em todas as unidades

A Secretaria Estadual de Gestão Pública inaugurou três postos Poupatempo na Região Administrativa de Campinas. As unidades de Araras, Mogi-Guaçu e São João da Boa Vista integram o Plano de Expansão do Programa e estão funcionando, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, e aos sábados das 8 às 12 horas.

Desde a inauguração do primeiro posto, em 1997, o serviço soma 388 milhões de atendimentos. Atualmente, há 36 Poupatempos instalados na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP), no litoral e interior. O Plano de Expansão abrange 13 Regiões Administrativas paulistas, atingindo mais de 350 municípios. A expectativa da Gestão Pública é inaugurar mais 34 unidades até o fim do ano e, assim, gerar 1,5 mil empregos e atender 15 milhões de pessoas.

Sem papel e caneta

Nas três novas unidades estão disponíveis os mesmos serviços oferecidos em todos os postos. A lista inclui emissão da carteira de identidade e atestado de antecedentes criminais pelo Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt (IIRGD); e expedição de carteira de trabalho, pela Secretaria de Emprego e Relações do Trabalho (Sert). O novo Detran.SP estará à disposição para assuntos ligados à carteira nacional de habilitação e veículos.

Uma das novidades da unidade é que quem for tirar a primeira carteira de motorista não usará mais papel e caneta para fazer o exame teórico, pois esse passará a ser no formato eletrônico.

Outros serviços virtuais (Nota Fiscal Paulista, boletim de ocorrência eletrônico e consultas à Secretaria Estadual da Fazenda) podem ser feitos pelo e-poupatempo. A unidade bancária no local facilita ao cidadão o recolhimento das taxas geradas pelo posto, cuja capacidade de atendimentos pode chegar a mil por dia.

As novas unidades

Em Araras, a unidade tem área de 752 metros quadrados e irá atender 240 mil pessoas, incluindo residentes na cidade e pessoas vindas dos municípios vizinhos (Conchal, Leme, Santa Cruz da Conceição). O posto funciona na Rua da Consolação, 79, no Jardim Belvedere.

Em Mogi-Guaçu, além dos 750 metros quadrados da área da unidade, há 25 metros quadrados usados como área de vistoria. A meta é prestar serviços para 421 mil usuários de Engenheiro Coelho, Holambra, Itapira, Santo Antônio de Posse, Estiva Gerbi, Espírito Santo do Pinhal e Mogi-Mirim. A unidade situa-se na Rua Princesa Isabel, 102, na Vila Ricci.

Em São João da Boa Vista, o posto tem 622 metros quadrados e mais 25 metros quadrados de área de vistoria e localiza-se na Avenida Brasília, 1.885, na Vila Loyola. A previsão é atender 500 mil pessoas moradoras das cidades de Pirassununga, Santa Cruz das Palmeiras, Tambaú, Aguaí, Casa Branca, Itobi, Vargem Grande do Sul, Águas da Prata,  Santo Antônio do Jardim, São Sebastião da Grama, Divinolândia, Tapiratiba, Caconde, São José do Rio Pardo e Mococa.

O investimento no posto de São João da Boa Vista foi de cerca de R$ 1,8 milhão. Em Araras e em Mogi-Guaçu os custos foram de R$ 1,9 milhão e R$ 2,09 milhões, respectivamente (economia de aproximadamente 25% dos valores previstos). Os recursos foram destinados para infraestrutura lógica, comunicação visual, equipamentos de informática (hardware e software), telecomunicações, treinamento e acompanhamento, entre outros.

Rogério Mascia Silveira
Imprensa Oficial – Conteúdo Editorial

Reportagem publicada originalmente na página III do Poder Executivo I e II do Diário Oficial do Estado de SP do dia 01/04/2014. (PDF)

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.