Escola do Empreendedor Paulista: 80 mil inscritos

Criada em 2012 pela Secretaria Estadual do Emprego e Relações do Trabalho (SERT) e lançada oficialmente em março de 2013, a Escola do Empreendedor Paulista (EEP) alcançou a marca de 80 mil inscritos. A ação gratuita de ensino a distância promove capacitação para pequenos empreendedores que querem abrir ou melhorar a gestão de seu negócio.

As mulheres compõem o maior número de inscritos: 53% do total. Depois de fazer o cadastro on-line, o site do programa (ver serviço) oferece dez minicursos sobre assuntos ligados ao universo dos micro e pequenos empreendimentos. Em média, cada um deles requer 3 horas para ser concluído e aborda um tema específico.

Não há ordem sugerida para a execução dos minicursos, tampouco prazos. A ideia é que sejam feitos de acordo com a necessidade e a disponibilidade de tempo de cada empreendedor. Ao final de cada módulo, há exercícios práticos interativos para avaliar a compreensão e a retenção do conteúdo. Quem conseguir acertar metade das questões (testes de múltipla escolha) ganha o direito de imprimir certificado de conclusão.

Situações reais

O público-alvo do curso a distância é a população em geral, em especial os tomadores de empréstimos do Banco do Povo Paulista (BPP). O programa de microcrédito estadual, outra iniciativa da SERT, é dirigido a microempreendedores urbanos e rurais, formais ou informais. Atende basicamente profissionais e pequenos empreendedores (agricultores, donos de padarias, de mercadinhos, pipoqueiros, manicures, cabeleireiros, mecânicos) e, de modo geral, qualquer cidadão disposto a empreender.

Os assuntos abordados na EEP são ilustrados com depoimentos e situações reais vivenciadas pelos tomadores de crédito. Os dez títulos da coleção da EEP são, pela ordem: Empreendedorismo na prática; Atendimento ao cliente; Consumidor e fornecedor; Ações de marketing; Formalização; Formação de preços; Vendas e ganhos; Gestão financeira; Higiene e segurança; Sustentabilidade e comunidade.

Se não tiver computador, é possível fazer os minicursos nas unidades do Acessa SP, programa de inclusão digital da Secretaria Estadual de Gestão Pública. A iniciativa oferece 762 postos com uso livre de computadores e internet gratuita em 624 cidades paulistas.

Serviço

Escola do Empreendedor Paulista (EEP)
Banco do Povo Paulista (BPP)

Rogério Mascia Silveira
Imprensa Oficial – Conteúdo Editorial

Reportagem publicada originalmente na página IV do Poder Executivo I e II do Diário Oficial do Estado de SP do dia 09/04/2014. (PDF)

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.