Semana da Solidariedade promove ações para portadores de necessidades especiais

Iniciativa do Fussesp pretende capacitar essas pessoas e integrá-las no mercado profissional. O País tem 24 milhões de deficientes com apenas 1 milhão exercendo atividade remunerada, e só 200 mil têm carteira assinada

O Fundo Social de Solidariedade do Estado (Fussesp) inaugura hoje, às 11 horas, a 4ª Semana da Solidariedade na Estação Especial da Lapa, zona oeste da capital. Nesse ano, o evento privilegia ações direcionadas aos portadores de necessidades especiais como cursos de iniciação profissional, esportes adaptados e oficinas culturais para cerca de 1,8 mil usuários, dos quais 70% são portadores de deficiência. O objetivo é qualificá-los e integrá-los no mercado de trabalho e na sociedade.

Segundo o último censo do IBGE, 14,5% dos brasileiros têm algum tipo de carência física (24 milhões), dos quais 4 milhões vivem no Estado de São Paulo. Pesquisa do Instituto Ethos mostrou que 9 milhões têm idade para trabalhar, mas somente 1 milhão exerce atividade remunerada. Desse total, apenas 200 mil têm carteira assinada.

O evento, uma teleconferência sobre o tema, reúne educadores, estudantes e comunidades ligadas às escolas públicas estaduais. Traz também show com a Banda Rouge e o festival de esportes Onde Competir é Cooperar, com a participação de instituições civis que atendem a essa parcela da sociedade.

“É preciso que haja o compromisso ético da população com a diversidade, o respeito com as diferenças e a igualdade de oportunidades para que todos possam desenvolver seus potenciais. Todo cidadão tem direito à educação, ao lazer, ao trabalho e ao esporte. Enfim, direito à vida. É assim que se faz a inclusão”, diz Lu Alckmin, presidente do Fussesp.

A inclusão do portador de deficiência no mercado é prevista pela Lei Orgânica da Previdência Social (Lei Federal 3.807, de 26 de agosto de 1960), que determina cotas de participação na mão-de-obra das empresas privadas (com mais de 100 funcionários) para essas pessoas. No caso de instituição pública, devem ser reservadas 5% das vagas em concurso.

Superando limites

Na Estação Sé do Metrô, amanhã, às 20 horas, será inaugurada a exposição de fotografias Imagens da Inclusão, com painéis de pessoas que se notabilizaram por realizar feitos extraordinários, superando os limites impostos pela deficiência. No dia 20, às 20 horas, na agência central do Banco Santander-Banespa, serão exibidas pinturas e esculturas produzidas pelos usuários da Estação Especial da Lapa e de outras entidades de apoio ao deficiente.

Durante a Semana da Solidariedade, a presidente do Fussesp visitará 14 entidades da capital que atendem aos carentes com deficiência. Nesses locais, várias secretarias de governo, autarquias, entidades civis e privadas, organizações não-governamentais e empresários estarão promovendo ações de apoio e desenvolvendo atividades que vão de palestras informativas a eventos culturais.

Rogério Mascia Silveira
Da Agência Imprensa Oficial

Reportagem publicada originalmente na página IV do Poder Executivo I e II do Diário Oficial do Estado de SP do dia 14/09/2004. (PDF)

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.